A Quimera que Desafia a Cirurgia Cardiovascular

Descrito por Homero em Ilíada como um ser com corpo de cabra, cabeça de leão e cauda de serpente a Quimera é um ser mitológico que haveria aterrorizado toda Grécia, sendo superada apenas por um dos maiores da época: Belerofonte.

 

Belerofonte sobre Pégaso matando a Quimera. (Rubens, Peter Paul / 1635)

Inspirada nesta monstro a Mycobacterium chimaera recebeu seu nome e como ela tem causado temor em parte da sociedade ocidental. Até o momento, mais de 100 pacientes submetidos a cirurgia cardíaca em todo o mundo foram infectados pela bactéria e apresentaram infecções de sítio cirúrgico, endocardite e sepse.

 

Achados ecocardiográficos de Endocardite de prótese valvar (A-D). Achados histopatológicos de tecido pulmonar (E) e cardíaco (F) . Formação de Biofilme em anel Mitral (G). Fundoscopia de paciente em tratamento (H). (6)

Atribuiu-se como a fonte de contaminação os aparelhos de aquecimento e refrigeração usados em conjunto com as máquinas de circulação extracorpórea ao constatar-se cepas semelhantes da bactéria nas máquinas e nas culturas de pacientes infectados. Durante a cirurgia cardíaca as unidades de aquecimento e refrigeração geralmente são usadas para o duplo propósito de aquecer o paciente e o resfriamento da solução de cardioplegia (solução responsável por parar o coração).

 

Infográfico sobre o funcionamento das unidades de aquecimento e refrigeração (heater cooler unit). (1)

As bactérias foram isoladas tanto na água usada nos aparelhos de aquecimento e refrigeração, quanto no ambiente circundante desses aparelhos, ou seja, dentro do centro cirúrgico, provavelmente devido a aerossolização da água. Pelo padrão de disseminação da infecção sugeriu-se que estes foram contaminados provavelmente ainda durante a sua fabricação, mas esta teoria ainda carece de comprovação.

 

Aparelho de aquecimento e resfriamento e usado no Hospital da Universidade de Zurique na Suíça foi associado a infecções por Mycobacterium chimaera. (1)

Desde 2011, têm sido verificados casos em doentes submetido a cirurgia cardíaca na europa. Diversos métodos de desinfecção tem se mostrados ineficazes e casos já foram relatados na Suíça, Austrália, Holanda, Alemanha, Reino Unido, Estados Unidos, Canadá e Dinamarca, entre outros.

Entre as medidas implementadas pelos hospitais atingidos estão: a limpeza e desinfecção dos aparelhos de aquecimento e refrigeração, deslocação destes aparelhos para o exterior da sala de operações e implementação de protocolos para a troca diária da água dos aparelhos. A antibioticoterapia específica preponderantemente usada nestes casos após o antibiograma, tem sido Claritromicina, como principal droga e a Rifabutina, e o Etambutol tem sido adicionados para evitar o surgimento de resistência bacteriana.

Os prestadores de cuidados de saúde envolvidos no cuidado de pacientes submetidos a cirurgia cardíaca ou outras intervenções cirúrgicas envolvendo circulação extra-corpórea, como o transplante de pulmão, devem estar vigilantes para casos de endocardite ou outras infecções cardiovasculares, infecções de sítio cirúrgico ou sepse de origem não identificada.

Estes também devem considerar realizar testes específicos para micobactérias não-tuberculosas de crescimento lento, como M. chimaera. Os órgãos reguladores responsáveis pelo licenciamento e as agências que monitoram a segurança das unidades aquecedoras já estão conscientes da associação potencial de infecções cardiovasculares invasivas causadas por M. chimaera com unidades aquecedoras e refrigerantes e informações relevantes devem ser disseminada para todos os centros que realizam cirurgia cardíaca.

Belerofonte descansa no Olimpo após derrotar a Quimera. (Tuepolo, Giovanni Battista / 1746-1747)

Até o momento esse monstro tem vencido batalhas, resta saber quem será o Belerofonte da nossa era que irá derrotar esse monstro.

Referências

Schreiber, P. W. et al. Reemergence of Mycobacterium chimaera in Heater-Cooler Unites despite intensified cleaning and disinfection protocol. Centers for Disease Control and Prevention. Volume 22, Number 10, October, 2016.

Rapid risk assessment – Invasive cardiovascular infection by Mycobacterium chimaera potentially associated with heather cooler units used during cardiac surgery. April, 2015.

Sommenstein, R. et al. Transmission of Mycobacterium chimaera form heater-cooler units during cardiac surgery despite an ultra clean air ventilation system. Emergent infections Diseases. Volume 22, Number 6, p 1008-1013. June, 2016.

Acherman, Y. et al. Prosthetic Valve Endocarditis and Bloodstream Infection Due to Mycobacterium chimaera. Journal of Microbiology. United States, 2013.

Hogg, M. Fourth patient diagnosed with serious infection after open-heart surgery at Sidney Hospital. Southern Corrier. Australia, August 11, 2017.

Kohler, P. et al. Healthcare-associated prosthetic heart valve, aortic vascular graft, and disseminated Mycobacterium chimaera infections subsequent to open heart surgery. European Heart Journal. Volume 36, Issue 40, Pages 2745–2753, . United Kingdom, October 21, 2015. Available at: https://doi.org/10.1093/eurheartj/ehv342

Hugo Sax, Guido Bloemberg, Barbara Hasse, Rami Sommerstein, Philipp Kohler, Yvonne Achermann, Matthias Rössle, Volkmar Falk, Stefan P. Kuster, Erik C. Böttger, Rainer Weber; Prolonged Outbreak of Mycobacterium chimaera Infection After Open-Chest Heart Surgery, Clinical Infectious Diseases, Volume 61, Issue 1, 1 Pages 67–75. United States, July 2015, . Available at: https://doi.org/10.1093/cid/civ198

0